FSP - Fundação para Segurança do Paciente FSP - Fundação para Segurança do Paciente

Fundação para Segurança do Paciente

Criada em dezembro de 2015, a Fundação para Segurança do Paciente tem por objetivo promover a redução de danos e mortes evitáveis no cuidado à saúde, por meio da participação ativa de pacientes, profissionais da área da saúde e sociedade civil.

Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde, em todo o mundo dezenas de milhares de pessoas sofrem danos em decorrência de erros associados à assistência à saúde. Nos Estados Unidos, os eventos adversos evitáveis são a 3ª causa de morte na área da saúde, atrás somente de câncer e doenças cardiovasculares.

Na América Latina, o Estudo Ibero Americano de Eventos Adversos na Atenção (IBAEAS), realizado em cinco países entre 2007 e 2009, mostrou que 10,5% dos pacientes hospitalizados sofrem algum tipo de evento adverso. Destes, 58,9% poderiam ter sido evitados.

Desafio

No Brasil, estima-se que cerca de 400 mil pessoas morrem anualmente por erros na assistência à saúde.

Infecção Hospitalar

As infecções hospitalares afetam 14 de cada 100 pacientes internados.

Qualidade Deficiente

Entre 20% e 40% de todo o gasto em saúde é desperdiçado pela qualidade deficiente.

Dano Hospitalar

Pelo menos um em cada 10 pacientes pode sofrer algum tipo de dano no hospital.

Nossa grande missão é desenvolver o conhecimento e o entendimento dos eventos adversos responsáveis por mortes ou lesões permanentes no cuidado à saúde. Isso será feito por meio de uma agenda de pesquisa, métodos de avaliação e identificação, disseminação e comunicação voltadas à segurança do paciente. Para isso, contamos com o envolvimento de pacientes, familiares, organizações, compradores, pesquisadores e sociedade civil como um todo.

A segurança do paciente na área da saúde é um pilar essencial e, portanto, se faz necessário uma forte liderança, definição de objetivos, conhecimento e projetos estruturantes que ajudem a garantir este direito.

Acreditamos que a atuação conjunta de instituições de saúde e pacientes seja a forma mais eficiente de enfrentar os desafios relacionados à qualidade e segurança, e com isso conseguiremos alcançar as metas estabelecidas, oferecendo mais segurança e transparência a todos.

Missão

Promover a redução do dano e mortes evitáveis no cuidado à saúde por meio da participação ativa do paciente, dos profissionais de saúde e sociedade civil.

Valores

  • Transparência;
  • Reconhecimento de Responsabilidade;
  • Ética;
  • Respeito;
  • Altruísmo/ solidariedade;
  • Empatia;
  • Inovação;
  • Transformação.

 

Áreas de atuação prioritária

Informação

Compilar, adequar e produzir conteúdos que por meio do uso da tecnologia orientem de forma prática e efetiva sobre segurança do paciente.

Comunicação

Chamar a atenção, sensibilizar, promover engajamento e mobilização de todos os envolvidos na cadeia de assistência à Saúde (desde os pacientes, familiares e os profissionais) para a causa.

Inovação

Promover novas formas de geração ou captura de ideias, modelos de atuação e aplicação de soluções práticas e efetivas.

Quem apoia e participa da fundação

A Fundação para Segurança do Paciente conta, desde a sua criação, com o apoio de renomadas instituições, empresas, profissionais e lideranças de diversas áreas do setor da Saúde nacional e internacional, e também conta, principalmente, com a participação de pacientes e familiares. Isto nos permite ter uma visão em 360 graus dos desafios e agregar em um único lugar os diversos atores que constituem o ambiente da Saúde.

Cada um de nós pode colaborar de uma forma diferente e construtiva para o objetivo da Fundação, permitindo uma interação que permita a construção de mecanismos práticos voltados para a Segurança do Paciente.

Instituições que Apoiam a Fundação

Pessoas que apoiam a Fundação

  • Ana Maria Pereira da Silva

  • Antônio de Ameida Bastos